A Magia da Terra

vegetable_garden

Inspirada pela vontade do cunhado em começar a plantar e pelo livro da querida Magui –“A Magia da Terra e as Ervas de Magui” – decidi fazer um resumo de como plantar uma horta. O processo de plantar, colher e alimentar-se das verduras frescas é mágico!

Caso você não tenha área suficiente para o plantio, saiba que em qualquer espaço é possível ter uma horta. A Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) produziu o livro “Horta em pequenos espaços” com várias dicas e cuidados. O livro é gratuito, basta clicar aqui.

Podemos aproveitar espaços pequenos como varandas, sacadas ou quintais para produzir alimentos livres de agrotóxico.  Além de ser melhor para a saúde, reduzir o estresse e ser uma opção mais barata, apanhar a verdura ou fruta do pé e comer imediatamente tem outro sabor!

          A escolha do local

Se for apenas para uma família, de acordo com Magui, o tamanho deve ser de 30m².  Lembre-se que deve ter água por perto e ser um local bem ensolarado.

          O solo ideal

O solo deve ser areno-argiloso na medida certa, para que não fique muito seco ou muito úmido. Caso seja necessário acrescentar areia no seu canteiro. Use areia de mina e evite as que são retiradas de rios poluídos. No livro “A Magia da Terra e as Ervas de Magui”, você encontrará todos os detalhes de como obter o solo ideal.

          A preparação dos canteiros

Decidido o local da horta, faça uma boa limpeza no terreno, marque os canteiros, que devem ter no máximo 1m de largura e deixe uma faixa de circulação entre os mesmos para que você possa circular e trabalhar.

          Adubação

A terra deve ser afofada e adubada, os canteiros devem ter de 15 a 20 cm de altura. Magui ensina que a adubação por m² deve ser: 3 a 5 kg de esterco bem curtido + 200gr de fosfato + 5 kg de húmus ou composto orgânico. Ela enfatiza que devemos ter cuidado com o esterco que iremos usar, podendo ser de boi, galinha ou porco e que todos devem estar bem curtidos para não decompor no solo.

Após misturar bem o adubo à terra, espere 30 dias antes de iniciar a semeadura.

         Composto orgânico

Escolha o local, de preferência perto da horta, plano e que tenha um pouco de sombra. Pode-se fazer um quadrado com os quatro lados fechados por cerca de bambu. O tamanho depende da sua necessidade, mas geralmente a pilha é de 2 a 3 metros de largura na base e 1,5 a 1,8 m de altura.

Cuidados importantes: molhar periodicamente (quantidade suficiente para molhar a pilha, sem excesso), triturar os produtos, manter a pilha coberta por palha ou lona, revolvê-lo pelo menos 1 vez por semana).

          Como controlar pragas e doenças de forma natural

Magui ensina várias formas de controlar as pragas respeitando o meio ambiente e sem usar inseticidas e pesticidas. Pode-se fazer defensivos naturais como o macerado de samambaia:  colocar 500 gramas de folhas frescas ou 100 gramas de folhas secas em 1 litro de água e deixar por 2 dias. Para aplicar, diluir em 10 litros de água e pulverizar em dia com muito sol”.

Para adquirir esse precioso livro,  “A Magia da Terra e as Ervas de Magui” , entre em contato com Orestes (31)3575-1164 ou no Canto do livro/Belo Horizonte (31) 3286-4039.

Sobre Camila

Sou Camila Lobato, apaixonada pelas coisas simples da vida. Pelo pé no chão, pela verdura colhida da horta, pela fruta tirada do pé, um mergulho no mar, livros de cabeceira e conversas ao redor de uma fogueira.

Aqui estão dicas, notas, aprendizados da minha jornada. Nascida em Minas Gerais, hoje morando no Canada. Advogada no Brasil e agora estudante de Nutrição Natural.

Ser Simples é um blog para dividir conhecimento, para te inspirar a fazer escolhas conscientes e a buscar o que é essencial.

Esta entrada foi publicada em Bem Estar, Meio Ambiente. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

4 respostas a A Magia da Terra

  1. Claudia Antunes disse:

    Parabéns Camila, a sua jornada é nossa também, muito orgulho beijos sua linda.

  2. Camilinha,que lindo.
    Lembro-me dos deliciosos sucos que vc inventava no meio da tarde com tudo que tínhamos no pomar,na horta.
    As nozes colhidas no pé.
    Ai que saudade.
    Viravam deliciosos Mufins.
    Sei não não viu…
    A vida vai moldando,preparando a gente para o caminho.
    Muita honra em ter A magia da terra citada em seu blog.
    Gratidao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *